Constelação Familiar Sistêmica

Como entender a Constelação Familiar?

Em direção a nossa mãe, em direção à paz

O movimento em direção a nossa mãe

Para muitas pessoas há algumas vivências na tenra idade que bloqueiam o caminho para a mãe.

Elas experimentam uma separação prematura de suas progenitoras, por exemplo. Talvez tenham sido esquecidas por algum tempo, ou suas mães estavam doentes, ou a própria criança estava doente e sua mãe não tinha permissão de visitá-la.

Este tipo de vivência, doravante, resulta em uma mudança profunda em nossos sentimentos e comportamento.

Através da dor da separação e do sentimento de estar perdido sem a mãe, o desespero de não ser capaz de estar com ela; ela, a quem precisamos tanto, uma decisão é tomada e diz, por exemplo:

“Eu desisto”,

“Eu permaneço sozinho”,

“Eu mantenho distância dela”, ou

“Eu fico longe dela”.

Mais tarde, quando é permitido a esta criança que vá até sua mãe, ela ou ele frequentemente se mantém distante.

Esta criança pode não deixar sua mãe tocá-la novamente; ela se fecha para a mãe e para o amor.

A mãe espera em vão e quando tenta chegar mais perto, para pegar seu filho em seus braços, a criança mantém a rejeição interna, e, frequentemente, também expressa seu repúdio.

 

Bert Hellinger


Atendimento Online com Bonecos

Textos/Estudos da Isabela

Youtube

Whatsapp

Instagram

Mini-curso Gratuito|10x Mais Resultados com a sua Constelação Familiar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 19 de julho de 2017 por em MÃE, Pais e Filhos, Reverência, Sem categoria.
%d blogueiros gostam disto: