Constelação Familiar Sistêmica

Como entender a Constelação Familiar?

O vínculo | Constelação Familiar

Qual é o movimento decisivo em nossa alma que leva à doenças? É o amor do vínculo, o amor que nos liga à nossa família e aos seus destinos.

Esse amor do vínculo é elementar. Estamos entregues à ele. Ele nos prende à nossa família e a tudo o que nela aconteceu.

Ele nos prende à sua grandeza, ao bem sucedido e ao completo, tornando-se uma força.

Ao mesmo tempo, liga-nos ao que não está resolvido e difícil em nossa família, às suas cargas e à sua culpa.

Somos levados a tomar parte na responsabilidade, embora frequentemente não saibamos e nem sejamos culpados por algo relacionado a isso.

Mesmo assim temos que carregar junto essa carga.

Como ocorre esse vínculo? Que forças agem por trás dele?

Pertencer a nossa família é nossa necessidade básica. Esse vínculo é o nosso desejo mais profundo.

A necessidade de pertencer a ela vai além até mesmo da nossa necessidade de sobreviver.

Isso significa que estamos dispostos a sacrificar e entregar nossa vida pela necessidade de pertencer a ela.

Ao reconhecer as consequências abrangentes dessa necessidade, compreendemos que, devido a esse desejo pelo vínculo, estamos dispostos a ficar doentes e deficientes, morrer de forma estranha ou até mesmo tirar a própria vida, no lugar de outros membros de nossa família.

Você ainda consegue me acompanhar? Ou está assustado com o que digo?

Digo isso apenas porque existem maneiras de mudar esses destinos, de forma a encontrar, com a sua ajuda, em um nível mais elevado, a força para nos libertar desses vínculos que nos tornam doentes.

Bert Hellinger, AC p.17


Atendimento Online com Bonecos

Textos/Estudos da Isabela

Youtube

Whatsapp

Instagram

Mini-curso Gratuito|10x Mais Resultados com a sua Constelação Familiar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 3 de fevereiro de 2018 por em O Método, Sem categoria, Vínculos.
%d blogueiros gostam disto: