Constelação Familiar Sistêmica

Como entender a Constelação Familiar?

A família tem uma memória

A família tem uma memória. O que dela vem à luz nos é presenteado. Mas ainda estão presos a ela o escuro e o oculto do qual vem.

Isto é, o seu essencial nos permanece oculto, por exemplo, o seu ”de onde” e o seu ”para onde”.

Não só nos permanece somente oculto, mas também em segurança, isso é, subtraído ao nosso acesso.

Por isso podemos e nos é permitido dispor dele somente quando se mostra, e nós paramos aí, onde nos é ocultado.

Por isso, o que veio à luz não trai o oculto e aquilo que está em segurança somente nos é mostrado por ele de maneira limitada.

Nossas opiniões se colocam na frente do que vem à luz, encobrindo-o.

A opinião, tão logo a tenhamos formado, nos permite permanecer no subjetivo e por isso, bloqueia o conhecimento.

Ao contrário, o que veio à luz nos força ao desconhecido, insólito e novo.

Quando nos concentramos neste trabalho, então nos concentramos naquilo que permanece oculto, atrás do que quer vir a luz.

Nós nos submetemos não são somente ao que vem à luz, mas também àquilo permanece oculto e a tudo aquilo que se manifestou e que volta a emergir.

Por isso, estamos em harmonia com os dois movimentos e nos submetemos a ambos.

Este trabalho traz à luz o essencial e, por isso, não se limita ao que está em primeiro plano, por exemplo, à cura de uma doença.

Por isso, ele é em sua essência mais do que uma simples psicoterapia.

Bert Hellinger, AFNPC, p. 33


Isabela Couto | Psicanalista | Constelação Familiar com Treinamento pelo IDESV


Atendimento Online com Bonecos

Textos/Estudos da Isabela

Youtube

Whatsapp

Instagram

Mini-curso Gratuito|10x Mais Resultados com a sua Constelação Familiar

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 27 de maio de 2018 por em Consciência, O Método, Reverência.
%d blogueiros gostam disto: